Formigueiro nas pernas - Como tratar?

Formigueiro das mãos, pés, ou ambos é um sintoma extremamente comum e incómodo. Este formigueiro pode, por vezes, ser benigno e temporário. Por exemplo, pode resultar de pressão nos nervos quando o braço está apoiado debaixo da cabeça ao adormecer. Ou pode resultar de pressão sobre os nervos quando se cruza as pernas demasiado tempo. Em qualquer dos casos, o efeito "alfinetes e agulhas" - que normalmente é indolor - é logo aliviado pela remoção da pressão que o causou.

Mas em muitos casos, o formigueiro quer seja à noite ou de dia pode ser grave, episódico, ou crónico. Também pode vir com outros sintomas, tais como dor, comichão, dormência, e perda de músculo. Nesses casos, o formigueiro pode ser um sinal de dano nervoso, que pode resultar de causas tão variadas como lesões traumáticas ou de stress, infeções bacterianas ou virais, exposições tóxicas, e doenças sistémicas como a diabetes.

Tais danos nervosos são conhecidos como neuropatia periférica porque afetam nervos distantes do cérebro e da medula espinal, frequentemente nas mãos e nos pés. Existem mais de 100 tipos de neuropatia periféricas. Com o tempo, a condição pode agravar-se, tornando-o menos móvel e mesmo incapacitado.

É importante obter ajuda médica imediatamente para qualquer formigueiro nas mãos, pés, ou ambos, que dure à algum tempo. Quanto mais cedo a causa do formigueiro for encontrada e posta sob controlo, menor é a probabilidade de ter o que poderia ser problemas para toda a vida.

Uma pessoa pode sentir dormência nas pernas e pés devido a estar sentada numa posição que coloca demasiada pressão sobre os nervos ou reduz o fluxo sanguíneo. No entanto, a dormência prolongada ou inexplicada pode ser um sinal de uma condição médica subjacente.

A dormência prolongada ou uma sensação de formigueiro nas pernas e pés pode ser devida a condições tais como esclerose múltipla (EM), diabetes, doença arterial periférica, ou fibromialgia. A sensação pode ser sentida em toda a perna, abaixo do joelho, ou em diferentes áreas do pé.

Neste artigo, analisamos algumas das razões pelas quais uma pessoa pode sentir dormência nas pernas e nos pés, juntamente com sintomas e tratamentos.

Índice

Causas de dormência nas pernas e pés

Muitas vezes, as pernas de uma pessoa adormecem temporariamente por causa da sua postura. No entanto, a dormência crónica ou de longa duração nos pés e pernas é quase sempre um sinal de uma condição médica subjacente.

As condições associadas à dormência dos pés e das pernas incluem:

Postura

Os hábitos posturais que exercem pressão sobre os nervos ou reduzem o fluxo sanguíneo nos membros inferiores são a causa mais comum de dormência temporária nas pernas e pés. Muitas pessoas dizem que a sua perna "adormeceu", e o termo médico é parestesia transitória (temporária).

Os hábitos que podem causar o adormecimento dos pés e das pernas incluem:

  1. Cruzar as pernas durante demasiado tempo
  2. Sentar ou ajoelhar durante longo período
  3. Muito tempo em pé
  4. Usar sapatos, meias ou calças demasiado apertados

Lesão

Lesões no tronco, coluna, ancas, pernas, tornozelos e pés podem exercer pressão sobre os nervos e fazer com que os pés e pernas adormeçam.

Diabetes

Algumas pessoas com diabetes desenvolvem um tipo de lesão nervosa chamada neuropatia diabética. A neuropatia diabética pode causar dormência, formigueiro, e dor nos pés, e se for grave, também nas pernas.

Problemas na região lombar e ciática

Problemas na região lombar, tais como uma rutura ou hérnia de discos vertebrais, podem causar compressão dos nervos que vão para as pernas, levando ao entorpecimento ou perturbações sensoriais.

A irritação do nervo ciático, que vai desde a parte inferior das costas até às pernas é uma situação grave. Se este nervo ficar irritado ou comprimido, uma pessoa pode sentir dormência ou formigueiro nas pernas ou nos pés.

Síndrome do túnel do tarso

A síndrome do túnel de Tarso ocorre quando um nervo que corre pela parte de trás da perna e ao longo do interior do tornozelo e até ao pé é comprimido, apertado ou danificado.

O túnel do tarso é um espaço estreito no interior do tornozelo. As pessoas com síndrome do túnel do tarso tendem a sentir dormência, ardor, formigueiro e dor nos tornozelos, calcanhares e pés.

Doença da artéria periférica

A doença arterial periférica (DAP) faz com que as artérias periféricas das pernas, braços e estômago estreitem, reduzindo a quantidade de sangue que podem bombear e reduzindo o fluxo sanguíneo. As pernas são uma das partes mais comuns do corpo afetadas pelo DAP.

A maioria das pessoas com DAP sente dor nas pernas e ancas quando caminha ou sobe as escadas. Algumas pessoas com DAP também experimentam dormência e fraqueza nas pernas.

Os sintomas de DAP normalmente desaparecem após alguns minutos de descanso.

Tumores ou outros crescimentos anormais

Tumores, quistos, abcessos e crescimento benigno (não cancerígeno) podem exercer pressão sobre o cérebro, medula espinal, ou qualquer parte das pernas e pés. Esta pressão pode restringir o fluxo sanguíneo às pernas e pés, causando formigueiro.

Uso de álcool

As toxinas do álcool podem causar danos nos nervos que estão associados ao formigueiro, especialmente nos pés.

O consumo crónico ou excessivo de álcool também pode levar a danos nos nervos que causam dormência. Este tipo de dano nervoso está ligado a níveis reduzidos de vitaminas B, tais como B-1 (tiamina), B-9 (folato), e B-12, que é causado pelo consumo excessivo de álcool.

Fibromialgia

A fibromialgia é uma condição crónica ou de longa duração que causa dores, dores e sensibilidade corporal generalizadas. Algumas pessoas com fibromialgia também sentem dormência e formigueiro nas mãos e nos pés.

A maioria das pessoas com fibromialgia experimenta uma variedade de sintomas, incluindo:

  • Rigidez e dor sem razão aparente, especialmente de manhã e dpeois de dormir
  • Exaustão cróniac
  • Problemas de memória e dificuldade em pensar claramente
  • Síndrome das pernas inquietas

Quase todas as pessoas com fibromialgia apresentam sintomas em mais do que uma parte do seu corpo. Se a dormência nas pernas e pés não for acompanhada de quaisquer outros sintomas ou não for de longa duração, é pouco provável que seja causada por fibromialgia.

Esclerose múltipla

As pessoas com esclerose múltipla (EM) sofrem danos nos nervos sensoriais que podem causar dormência numa pequena região do seu corpo ou membros inteiros. Embora a dormência associada à EM muitas vezes dura apenas por um curto período e pode durar o tempo suficiente para se tornar incapacitante.

AVC

Os AVCs ou mini-ataques podem causar danos cerebrais que podem afetar a forma como a mente interpreta e processa os sinais nervosos. Um AVC ou mini-acidente vascular cerebral pode por vezes causar formigueiro temporário ou a longo prazo em partes do corpo.

Deficiência vitamínica

As carências vitamínicas podem ser causadas por não ter uma vitamina específica suficiente na sua dieta, ou por uma condição em que o corpo não absorve adequadamente a vitamina.

Algumas vitaminas são importantes para a saúde dos seus nervos. Exemplos incluem:

  • Vitamina B12
  • Vitamina B6
  • Vitamina B1
  • Vitamina E
  • Vitamina B9

A vitamina B12 é necessária para que as células produzam energia. É encontrada em produtos animais como carne, lacticínios e ovos. Os veganos e os vegetarianos podem necessitar de suplementar a vitamina B12. A escassez de vitamina B12 na dieta pode causar danos neurológicos, que podem aparecer como formigueiro nas mãos ou nos pés.

É necessário consumir vitamina B6 todos os dias porque não pode ser armazenada no corpo. Carne, peixe, frutos secos, leguminosas, grãos, frutos não cítricos e batatas são boas fontes de vitamina B6. As pessoas com deficiência de B6 podem experimentar uma erupção cutânea ou alterações cognitivas.

A vitamina B1, também conhecida como tiamina, desempenha um papel nos impulsos nervosos e na reparação dos neurónios. Carne, leguminosas, grãos inteiros, e nozes são boas fontes de B1. As pessoas com dietas ricas em grãos refinados podem ser mais propensas a sofrer de deficiência de B1. Pode causar dor ou formigueiro nas mãos e nos pés.

A deficiência de vitamina E é mais provável que seja causada por problemas de absorção de gordura no intestino do que por falta de vitamina E na sua dieta. Os sinais de uma deficiência de vitamina E incluem formigueiro nas mãos ou nos pés e dificuldade de coordenação. Nozes, sementes, óleos vegetais e verduras de folhas são boas fontes de vitamina E.

A deficiência de Vitamina B9 pode causar dor ou formigueiro nas mãos ou nos pés. Um estudo de 2020 revelou que isto pode ter um efeito maior em pessoas com menos de 40 anos de idade. As fontes de Vitamina b9, incluem verduras de folhas escuras, grãos inteiros, feijões, amendoins, sementes de girassol, fígado, e marisco.

Gravidez

O inchaço que ocorre em todo o corpo durante a gravidez pode exercer pressão sobre alguns dos nervos da pessoa gestante. Devido a isso, pode sentir formigueiro nas mãos e nos pés. Os sintomas desaparecem tipicamente após a gravidez.

Veja o artigo "Como tratar uma contratura muscular e as suas variedades"

Lúpus

O lúpus é uma condição auto-imune em que o seu sistema imunitário ataca os tecidos do corpo. Pode afetar qualquer parte do corpo, incluindo o sistema nervoso. O formigueiro nas mãos ou nos pés pode ser causado pela compressão dos nervos próximos devido a inflamação ou inchaço.

Hepatite B e C

As hepatites B e C são causadas por vírus. Conduzem à inflamação do fígado, que pode resultar em cirrose ou cancro do fígado se não for tratada.

A infeção por hepatite C pode também causar neuropatia periférica, embora a forma como isto acontece seja em grande parte desconhecida. Em alguns casos, a infeção com hepatite B ou C pode levar a uma condição chamada crioglobulinemia. Um dos sintomas desta patologia é dormência e formigueiro.

VIH ou SIDA

O VIH é um vírus que ataca as células do sistema imunitário, aumentando o risco de adquirir infeções, bem como alguns cancros. Quando não tratada, a infeção pode avançar para a última fase da infeção pelo VIH, chamada SIDA, na qual o sistema imunitário é severamente danificado.

O VIH pode afetar o sistema nervoso. Em alguns casos, isto pode incluir os nervos das mãos e pés, onde formigueiro, dormência, e dor podem ser sentidos.


Sintomas

Muitas pessoas com dormência nas pernas e pés experimentam sintomas adicionais ao mesmo tempo ou de forma intermitente, como por exemplo:

  • Sensação de ardor
  • Cócegas
  • Comichão
  • Uma sensação de rastejamento sob a pele

Tratamento

O tratamento adequado para pernas e pés com formigueiro depende inteiramente da causa. Vamos listar algumas possibilidades;


Medicamento

As opções médicas para o formigueiro a longo prazo das pernas e pés incluem:

  • Antidepressivos. Alguns antidepressivos, tais como duloxetina e milnacipran, foram aprovados para o tratamento da fibromialgia.
  • Corticosteróides. Alguns corticosteróides podem ajudar a reduzir a inflamação crónica e o adormecimento associado a condições como a EM.
  • Gabapentina e pré-gabalina. Medicamentos que bloqueiam ou alteram a sinalização nervosa podem ajudar a reduzir a dormência associada a doenças como a fibromialgia, a EM, e a neuropatia diabética.

As recomendações gerais de estilo de vida incluem manter o peso controlado, evitar a exposição a toxinas, seguir um programa de exercícios supervisionado, comer uma dieta equilibrada, e evitar ou limitar o álcool. As recomendações incluem também deixar de fumar, o que constringe o fornecimento de sangue aos vasos sanguíneos que fornecem nutrientes aos nervos periféricos.

Medicamentos caseiros para o formigueiro nas pernas

Os remédios caseiros que podem ajudar a aliviar o desconforto da dormência nas pernas e pés incluem:

  1. Descanso. Muitas das condições que causam dormência nas pernas e nos pés, tais como a pressão nervosa, melhoram com o repouso.2
  2. Gelo. O gelo pode ajudar a reduzir o inchaço que pode exercer pressão sobre os nervos. Aplicar compressas frias ou sacos de gelo embrulhados nas pernas e pés adormecidos durante 15 minutos de cada vez, várias vezes ao dia.
  3. Calor. O calor pode por vezes ajudar a soltar músculos rígidos, doridos, ou tensos que podem exercer pressão sobre os nervos e causar dormência. No entanto, evitar o sobreaquecimento das pernas e pés adormecidos, pois isto pode ou piorar a inflamação e causar dor e adormecimento.
  4. Massagem. A massagem das pernas e pés entorpecidos ajuda a melhorar o fluxo sanguíneo e pode reduzir os sintomas.
  5. Exercício. A falta de exercício adequado pode enfraquecer o coração e os vasos sanguíneos, reduzindo a sua capacidade de bombear sangue para os membros inferiores. Atividades como o yoga, Pilates e tai chi podem promover o fluxo sanguíneo e reduzir a inflamação crónica ou a dor.
  6. Dispositivos de apoio. Aparelhos de apoio e calçado especialmente concebido podem ajudar a reduzir a pressão nervosa causada por condições tais como lesões.
  7. Banhos de sal Epsom. Os sais de Epsom contêm magnésio, um composto conhecido por aumentar o fluxo sanguíneo e a circulação.
  8. Técnicas mentais e redução do stress. Pessoas com condições que causam formigueiro crónico, como a EM e a fibromialgia, devem tentar concentrar-se no facto de os períodos de entorpecimento serem frequentemente de curta duração e desaparecerem por si próprios. O stress também tende a agravar os sintomas das perturbações do sistema nervoso central.
  9. Dormir. Sabe-se que muitas das condições crónicas associadas ao formigueiro das pernas e dos pés se agravam com a falta de sono adequado.
  10. Uma dieta saudável e equilibrada. A desnutrição, especialmente as deficiências em vitamina B, podem causar danos nos nervos, levando ao formigueiro A obtenção de vitaminas e outros nutrientes suficientes pode também reduzir a inflamação crónica e a dor.
  11. Redução ou evitar o álcool. O álcool contém toxinas que podem causar danos nervosos. O álcool também costuma agravar os sintomas de dor crónica e condições inflamatórias, podendo mesmo causar surtos de vários sintomas.

Terapias alternativas

Foi demonstrado que algumas terapias alternativas ajudam a reduzir os sintomas de condições conhecidas por causar dormência nas pernas e nos pés. As terapias incluem:

  1. Massagem
  2. Reflexologia
  3. Acupuntura
  4. Hidroterapia
  5. Meditação
  6. Suplementos vitamínicos (especialmente B3,B6 e B12)

Quando consultar um médico

Falar com um médico sobre dormência nas pernas e pés quando;

  • Não está relacionado com hábitos posturais ou fatores de estilo de vida, tais como roupa e calçado.
  • Duração prolongada dos sintomas.
  • É acompanhado por outros sintomas.
  • É acompanhado por alterações físicas no corpo ou aumento da temperatura corporal.

Aproveite para ver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Go up

Usamos cookies para oferecer a melhor experiência on-line. Ao aceitar concorda com uso de acordo com nossa política de cookies.

Privacy Settings saved!
Configurações de Privacidade

Quando visitas qualquer site, pode existir um registo de informações no browser geralmente em forma de cookies. Controla as preferências aqui:


Política de Cookies (UE)


Política de privacidade (UE)

Esta declaração de privacidade foi atualizada pela última vez em 20 de June, 2022 e se aplica a cidadãos e residentes legais permanentes do Espaço Econômico Europeu e Suíça.Nesta declaração de privacidade, explicamos o que fazemos com os dados que obtemos sobre você por meio de https://www.dicasfaceis.com. Recomendamos que você leia atentamente esta declaração. Em nosso processamento, cumprimos os requisitos da legislação de privacidade. Isso significa, entre outras coisas, que:
  • declaramos claramente as finalidades para as quais processamos dados pessoais. Fazemos isso por meio desta declaração de privacidade;
  • pretendemos limitar a nossa recolha de dados pessoais apenas aos dados pessoais necessários para fins legítimos;
  • primeiro solicitamos seu consentimento explícito para processar seus dados pessoais nos casos que requerem seu consentimento;
  • tomamos medidas de segurança adequadas para proteger seus dados pessoais e também exigimos isso de partes que processam dados pessoais em nosso nome;
  • respeitamos o seu direito de acessar seus dados pessoais, corrigi-los ou apagá-los, a seu pedido.
Se você tiver alguma dúvida ou quiser saber exatamente quais dados mantemos de você, entre em contato conosco.

1. Objetivo, dados e período de retenção

Podemos coletar ou receber informações pessoais para vários fins relacionados a nossas operações comerciais, que podem incluir o seguinte: (clique para expandir)

1.1 Compilando e analisando estatísticas para melhoria do site.

Para tanto, usamos os seguintes dados:
  • Localização
  • Comportamento do visitante
A base na qual podemos processar esses dados é:Mediante a concessão do consentimento.Período de retençãoRetemos esses dados até que o serviço seja encerrado.

2. Cookies

Para fornecer as melhores experiências, nós e nossos parceiros usamos tecnologias como cookies para armazenar e/ou acessar informações do dispositivo. Consentir com essas tecnologias permitirá que nós e nossos parceiros processemos dados pessoais, como comportamento de navegação ou IDs exclusivos neste site. Não consentir ou retirar o consentimento pode afetar adversamente certos recursos e funções. Para obter mais informações sobre essas tecnologias e parceiros, consulte nossa Política de Cookies.DicasFaceis.com participa na Estrutura de Transparência e Consentimento do IAB Europe e cumpre suas especificações e políticas. Usa a plataforma de gestão de consentimento com o número de identificação 332.Concluímos um Acordo de Processamento de dados com o Google.O Google não pode usar os dados para nenhum outro serviço do Google.A inclusão de endereços IP completos é bloqueada por nós.

3. Segurança

Estamos comprometidos com a segurança dos dados pessoais. Tomamos medidas de segurança adequadas para limitar o abuso e o acesso não autorizado aos dados pessoais. Isso garante que apenas as pessoas necessárias tenham acesso aos seus dados, que o acesso aos dados seja protegido e que nossas medidas de segurança sejam revisadas regularmente.

4. Sites de terceiros

Esta declaração de privacidade não se aplica a sites de terceiros conectados por links em nosso site. Não podemos garantir que esses terceiros manuseiem seus dados pessoais de maneira confiável ou segura. Recomendamos que você leia as declarações de privacidade desses sites antes de fazer uso deles.

5. Alterações a esta declaração de privacidade

Nós nos reservamos o direito de fazer alterações a esta declaração de privacidade. É recomendável que você consulte esta declaração de privacidade regularmente, a fim de estar ciente de quaisquer alterações. Além disso, iremos informá-lo ativamente sempre que possível.

6. Acedendo e modificando os seus dados

Se você tiver alguma dúvida ou quiser saber quais dados pessoais temos sobre você, entre em contato conosco. Você pode nos contatar usando as informações abaixo. Você tem os seguintes direitos:
  • Você tem o direito de saber por que seus dados pessoais são necessários, o que acontecerá com eles e por quanto tempo serão retidos.
  • Direito de acesso: você tem o direito de acessar seus dados pessoais que são conhecidos por nós.
  • Direito à retificação: você tem o direito de complementar, corrigir, excluir ou bloquear seus dados pessoais sempre que desejar.
  • Se nos der o seu consentimento para processar os seus dados, tem o direito de revogar esse consentimento e de ter os seus dados pessoais eliminados.
  • Direito de transferir seus dados: você tem o direito de solicitar todos os seus dados pessoais ao controlador e transferi-los integralmente para outro controlador.
  • Direito de contestar: você pode se opor ao processamento de seus dados. Cumprimos isso, a menos que haja motivos justificados para o processamento.
Certifique-se de sempre declarar claramente quem você é, para que possamos ter certeza de que não modificaremos ou excluiremos quaisquer dados da pessoa errada.

7. Enviando uma reclamação

Se não estiver satisfeito com a forma como tratamos (uma reclamação sobre) o processamento dos seus dados pessoais, tem o direito de apresentar uma reclamação à Autoridade de Proteção de Dados.

8. Detalhes do contato

DicasFaceis.comwww.DicasFaceis.comPortugalLocal na rede Internet: https://www.dicasfaceis.comE-mail: [email protected]

Anexo

Really Simple SSL

Really Simple SSL e seus complementos não processam qualquer informação pessoal, portanto, o GDPR não se aplica a estes plugins ou uso desses plugins no seu site. Pode encontrar a nossa política de privacidade aqui

Rejeitar todas
Aceitar todas